Como consta na tradição, as redes sociais começaram a rever o que bombou e o que afundou em 2014.

Twitter

O Microblog deu o pontapé inicial nas retrospectivas das grandes redes sociais em 2014 e trouxe o seu Year in Review.

A página vem dividida em Momentos e Perspectivas. Os momentos levam para uma lista de meses do ano e os eventos mais importantes de cada período, que geraram mais repercussão. Nesta seção você pode clicar nas bolinhas dos eventos (como a cerimônia do Oscar, por exemplo) e ler os tweets mais relevantes sobre cada um. Já na parte de Perspectivas, você seleciona uma personalidade que te interesse para ver alguns dos seus melhores posts ao longo do ano.

Retrospectiva

 

Apesar de ter sido o primeiro a apresentar sua análise de 2014, achei que pareceu que eles correram demais para lançar: ficou simples e muito pouco emocionante para um ano de tantos acontecimentos relevantes. O lado bom da retrospectiva do passarinho azul é que pelo menos conseguimos relembrar os fatos marcantes e o que o mundo pensou sobre eles.

O Spotify

Spotify 1

 

Olha, eu já vou logo avisando que tenho uma queda sincera pelo Spotify – pra mim, não existe competição para esse streaming de música e acredito que ainda vá demorar muito tempo para outro serviço ser tão bom.

Mas, mesmo ignorando meu amor pela plataforma, a página do Spotify ficou super completinha:  ela mostra os artistas que mais tocaram, as playlists mais ouvidas, os álbuns mais reproduzidos e os grandes hits de cada estação em um país do mundo (você pode selecionar que país deseja ver).

Spotify 2

 

E, para não deixar os eventos marcantes de fora, foram selecionados um acontecimento por mês do ano para recapitular o que aconteceu pelo mundo. Como não poderia deixar de ser, o site sugeria uma playlist para relembrar cada um deles.

Spotify 3

 

Por fim, para personalizar a experiência do usuário, o Spotify se propunha também a fazer a retrospectiva de cada um, mostrando as faixas e gêneros mais ouvidos, falando sobre seus hábitos relacionados ao ato de ouvir música e oferecendo novas músicas ainda não descobertas por eles – algo que a plataforma faz melhor que ninguém. E claro, sua retrospectiva pessoal poderia ser compartilhada em outras redes sociais.

Spotify 4

 

E você, preferiu a ação do Spotify ou do Twitter? Com qual das duas mais interagiu? Conte para a gente!

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *