Tecnologia

E o Oscar vai para… a selfie!

 

Uma ação bem humorada e um resultado impressionante.

Quem gosta de acompanhar a cerimônia de entrega do Oscar, certamente se apaixonou (assim como eu) pela selfie tirada pela apresentadora da noite, Ellen DeGeneres com algumas das maiores celebridades de Hollywood.

O tweet da apresentadora com a foto foi o mais retwittado da história da rede social.

Foram mais de 2.6 milhões de repostagens – 3 vezes o número atingido pelo recordista anterior, que era o primeiro tweet do presidente Barack Obama após sua reeleição.

selfie

Mas, além de todo o amor por essa imagem, que tal fazermos um levantamento de como esse momento aconteceu e por que tanto sucesso? Vamos lá!

A origem da selfie

Com um investimento de cerca de 20 bilhões de dólares (algo em torno de 45 milhões de reais), a marca de eletrônicos Samsung era uma das patrocinadoras do evento e tinha um acordo com a produção de que o Galaxy Note 3, seu mais recente lançamento, teria sua imagem trabalhada ao longo da cerimônia.

Já a ideia do selfie em si foi da própria Ellen, que teria proposto tirar fotos suas com algumas celebs durante a apresentação, ou seja, oportunidade perfeita para que a produção inserisse o produto do patrocinador. DeGeneres foi treinada no ensaio do evento para usar o smartphone, com o qual não estava acostumada, e deu início à sua ideia tirando fotos com personalidades como a cantora Liza Minelli.

O lado espontâneo da selfie foi que, ao tentar tirar uma foto com Meryl Streep, a condutora da noite resolveu chamar também atores e atrizes que estavam ao redor da diva do cinema para completar o momento. O resultado? Um sucesso absoluto na internet.

No dia seguinte, para completar, a apresentadora ainda em sua conta do Twitter divulgou que deu Galaxys Note 3 para toda a sua plateia (do programa The Ellen DeGeneres Show) e levou os seguidores através de um link para um sorteio de outros 30 destes aparelhos em seu site pessoal).

Por que funcionou?

Além de ter mexido com a base de fãs de vários famosos ao mesmo tempo, existem razões mais técnicas e voltadas para o universo do marketing e das redes sociais para esse tweet ter se tornado o fenômeno viral que foi. Abaixo, mostramos alguns desses fatores, traduzidos de um artigo do site Social Fresh.

1)      Inaugurou uma nova era no marketing de redes sociais

Basicamente, o tweet do Oscar teria eliminado qualquer questionamento que ainda existisse sobre quão longe se pode ir com o marketing de social media. Por outro lado, agora que se provou que um sucesso desse calibre é possível, todas as marcas também tentarão igualar o feito, sem questionar quanto de estratégia, dinheiro e o timing perfeito que isso exige.

2)      O tweet falava sobre a foto, não sobre a marca

Para os olhos treinados, ficou claro que o celular em que a foto foi tirada era um Samsung, mas não era um fato óbvio, escancarado. E por que isso é importante? Porque as pessoas não gostam de compartilhar propagandas. Além disso, reunir celebridades admiradas e respeitadas em uma foto que dificilmente se repetirá tornou a ação inesperada e única. Esses dois fatores somados fez com que as pessoas se sentissem impelidas ao compartilhamento, sem se preocupar se o momento havia sido patrocinado ou não. De quebra, a Samsung ainda pode se gabar humildemente do feito.

3)      O tweet foi divulgado para uma base enorme, que só foi potencializada com todo o buzz que recebeu

A Ellen começou a noite com mais de 25 milhões de seguidores no Twitter, ou seja, está entre as 15 pessoas mais seguidas da twittosfera. Com isso, é possível garantir que a ideia já renderia bons frutos, independentemente das circunstâncias. Inacreditavelmente, a conta dela cresceu em 1.5 milhão no dia do Oscar.

4)      Ellen tem um público amplo

O Twitter tem apresentado problemas para aumentar sua base de usuários, mas não existe melhor maneira de estimular esse crescimento do que contando com Ellen DeGeneres, que pode ser uma ótima guia para explicar continuamente um produto e seu funcionamento, como ela faz em seu programa. Ela começou esse processo com um passo simples: ensinando as pessoas a retwittar uma foto de celebridades que elas adoram.

5)      A tarefa a ser cumprida pela audiência (retwittar a imagem) era simples, mas ainda precisou do apoio da tv para ser executada

A chave para executar esta ideia da selfie do Oscar foi entender que uma audiência cativa nos Estados Unidos existe apenas em grandes eventos esportivos (como o Super Bowl, que falamos aqui e aqui) e grandes premiações. Outro ponto importante, e onde entra a inovação, foi unir essa transmissão enorme ao Twitter, que consegue fazer o engajamento da TV atingir proporções enormes em tempo real – uma receita de sucesso.

A meu ver, resulte esta ação em vendas a mais para a Samsung ou não, ela já valeu a pena só por ter trabalhado a marca de forma tão sofisticada e natural em um evento internacionalmente reconhecido.

E você, gostou da selfie ou acha que o fato dela ter sido patrocinada acaba com sua a magia?

Você pode conferir mais dados sobre esse assunto no site da Revista Época e aqui o post do Social Fresh na íntegra (em inglês).

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.