TecnologiaTendências

Redes Sociais: canais de branding ou varejo?

Aqui na agência recebemos os mais diversos tipos de demanda e hoje escolhemos conversar sobre o tema métricas nas redes sociais. Por ser um mercado muito recente, ainda existem muitas dúvidas do que de fato é um bom resultado nos canais sociais. A mídia divulga muito os rankings TOP 10 com maior engajamento, maior volume de curtidores e assim por diante. A divulgação está corretíssima, porém começa a ser criada uma expectativa muitas vezes equivocada de chegar ao topo do ranking e criar metas como conseguir “X” mil curtidores em sua Fan Page até o final do ano, não importando de onde eles venham.

Gerar valor através de redes sociais ainda é um assunto nebuloso para muitas empresas. Algumas ainda não sabem qual é o real retorno de investimento que uma Fan Page é capaz de propiciar. Cabe a nós, agências digitais, fazermos o possível para orientar, informar e traçar planejamentos estratégicos de acordo com os objetivos de nossos clientes.

O mais importante não deve ser apenas ter uma curva crescente do número de fãs. Os canais sociais são canais de relacionamento e para isso é preciso criar benefícios que permitam a construção de um relacionamento marca/usuário. É puro branding.

A boa notícia é que o mercado sempre amadurece e cresce através de erros e acertos. É preciso agir agora para que nossos clientes não fiquem inseguros em contratar mídias sociais, o que os faz alocar menos verba para estes tipos de projetos. O caminho é longo e temos o papel de orientar sempre utilizando nosso perfil consultivo. Promessas de resultados rápidos devem ser questionados pois nem sempre o cliente saberá se o que ele quer é de fato o que ele precisa.

Como em todo novo mercado, muitos pegam carona no buzz digital para abocanhar parte de um serviço que desconhecem. Isso faz com que surjam trabalhos básicos demais, por valores incompatíveis e não orientado a resultados. Desta forma, o conceito de agenciamento, de cuidar da marca, dá lugar à ilusão de resultado imediato, através de uma ação viral milagrosa, da conquista de 50 mil fãs em uma semana.

É preciso compreender que o resultado é um conjunto de ações e que há como mensurar o sucesso desde que sejam definidos claramente objetivos racionais.

Agradecemos imensamente aos queridos clientes que nos questionam sobre KPIs e ROI nas redes sociais, mostrando maturidade e preocupação com seus investimentos.

Sim, dá trabalho fazer comunicação digital. Se alguém lhe disser o contrário, nos procure.

 

Postado por Yuri Tupper.

1 comment

  1. Vladimir Braga - B & Brands 3 julho, 2012 at 17:13

    Concordo. Creio que não há como obter resultados imediatos pelas redes sociais, nem ainda saber exatamente se os resultados efetivos que interessam (mais vendas e maior engajamento) foram conquistados só porque alguém curte uma página no Facebook ou segue uma empresa no Twitter.

    Como brandmaker, defendo que, se uma marca não possui solidez da porta para dentro, não há o que comunicar da porta para fora e, então, fortalecer esta mão dupla de branding para consolidar uma marca.

    Só assim, entendo, é possível pensar em comunicar algo para quem uma empresa deseja construir uma marca forte no mercado em que atua.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.