TecnologiaTendências

Serviços de streaming como modelo de negócios.

streaming

Serviços de streaming chegaram tomando conta do mercado, e acabaram se tornando um dos mais consumidos no mundo, principalmente, na América Latina. Com a indústria da música não foi diferente.

Apesar de ter relutado contra essa nova realidade digital, o setor fonográfico percebeu a importância que os streamings estavam tomando, em escala mundial. Por mais que tais serviços normalmente sejam pagos, as pessoas estão optando por eles por uma questão principalmente de confiabilidade e segurança. Empresas como Spotify e Apple Music foram as que mais cresceram em escala global, e, no Brasil, foram o Spotify, Deezer e Rdio.

Ainda que tal indústria esteja crescendo consideravelmente e arrecadando bilhões ao ano, ela não conseguiu superar a venda de discos. Por conta da pirataria na internet, o número de downloads diminuiu, fazendo as pessoas optar pelos serviços de streaming, porém, ainda há quem compre os discos físicos, piratas ou não, e, essa é uma das grandes dificuldades que a indústria fonográfica, que quer investir cada vez mais no digital, continua sofrendo.

Os usuários que antes compartilhavam arquivos ilegalmente na internet, hoje em dia apostam nos serviços de streaming, e isso é considerado um avanço para a indústria cultural, pois esse usuário que antes só compartilhava, agora opta por gastar o seu dinheiro não só para ter acesso livre aos serviços digitais como também para ir ao cinema e à shows, por exemplo, tudo isso graças às novas plataformas digitais.

Um estudo feito na Suécia mostra que, 60% das pessoas que antes só compartilhavam arquivos na internet, hoje em dia, investem em cultura, por isso que os serviços de streaming tem se tornado um modelo de negócios bastante visado pelas empresas ao redor do mundo.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.