Tendências

Web passa jornais como fonte de notícias

Acabei de ler no Meio & Mensagem a notícia de que a WEB ultrapassou o jornal como fonte de notícias em 2008 em relação à 2007.

A pesquisa aponta as eleições como o principal personagem deste resultado. Concordo plenamente com esta opinião e isso me leva a pensar em duas coisas muito bacanas. Primeiro, que os sites dos candidatos deram um salto de qualidade e interatividade gritante em relação às últimas eleições. E segundo, que a cobertura dos veículos de comunicação também foi muito além da TV.

Cada vez mais vemos os programas de TV complementando seus conteúdos na internet. Vendo os jornais da Globo, observo que os jornalistas sempre apontam a url do site que complementa o conteúdo abordado. Indo mais além, o Jornal Hoje já possui quadros em que ele lança um tema no início do programa, depois o telespectador entra em um site para enviar sua pergunta e no final a repórter entra ao vivo com um especialista para responder as perguntas dos internautas. Isso já toma um tempo importante do programa e mostra que a internet, além de complementar o conteúdo, pode ajudar a manter a audiência.

Esse é apenas um exemplo do que vários programas tem feito para mostrar que estão antenados com o aumento da audiência da internet. O próprio Fantástico tem vários quadros que recebem o conteúdo do telespectador.

Para concluir, cito o novo posicionamento do Jornal O GLOBO que não poderia ter sifo mais feliz: Muito além do papel de um Jornal – OnLine, OnTime, FullTime.

Confira o vídeo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=I-Z_27CS0tk]

0 comments

  1. Alexandre Lage 13 janeiro, 2009 at 17:55

    Muito oportuno seu post pois traduz uma nova dinâmica para os meios de comunicação. A mídia tradicional vive um dilema de busca de continuidade e o desafio da convivência harmônica e complementar com as novas tecnologias de produção e distrinuição de informação.

    Suportando seu artigo está um vídeo, feito para a TV e veiculado na Internet. Este é um caminho claro do direcionamento da transformação da logística de sistribuição do conhecimento. Cada vez mais opções e menos intermediações. A linguagem do vídeo, de todos e para todos, do tópico ao sub-tópico, é o novo paradigma de integração entre os mais diversos segmentos da(s) sociedade(s).

    Att
    Alexandre Lage

  2. Juliana Diniz 13 janeiro, 2009 at 19:44

    Olá Alexandre,
    Acredito muito na convivência harmônica entre estes dois meios, conforme você colocou. Acredito que um não elimina o outro e a busca por este equilíbrio tem sido um grande desafio para as emissoras que estão acostumadas com um conteúdo mais raso. Agora uma coisa é certa, a sociedade assumiu um novo papel e hoje exerce um poder real sobre o que deseja ver e ouvir. Temos um leque imenso de oporutnidades para publicação de conteúdos e canais de divulagação. Belo exemplo este que você deu! Obrigada pelo comentário e volte sempre!

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.